O que é Margem de Contribuição

Margem de Contribuição é um conceito que surgiu no final do século 19 desenvolvido na Alemanha, era pós Revolução Industrial, no intuito de atender as necessidades da expansão na área de Vendas e Marketing. Em 1986 apareceu nos EUA denominado de “Custo Gerencial”.

A Margem de Contribuição ajuda o Gestor a entender e calcular o Custo do Produto , Mercadoria ou Serviço sem ser carregado pelos Custos e Despesas Fixas e assim “Ratear” por um critério denominado “Absorção”, A Margem de Contribuição promove o chamado “Critério de Custeio Direto” assim cada Produto ou Serviço contribui com uma parte dos gastos Fixos e o Lucro da Empresa.

“Podemos calcular Preço de Venda a partir da Margem de Contribuição e também podemos calcular a Margem de Contribuição a partir do Preço de Venda”

A soma da Margem de Contribuição das Vendas de todos os Produtos, Mercadorias ou Serviços deve ser suficiente para pagar as Despesas Fixas, Depreciação e Lucro Operacional, ou seja, a Remuneração de Capital.

Margem de Contribuição (MC) é a diferença entre o Preço de Venda e os Custos e Despesas Variáveis

A Margem de Contribuição é fundamental para poder analisar o Ponto de Equilíbrio (vamos abordar este assunto em outro artigo) da Empresa, ou seja, qual é o Faturamento Mínimo (Valor) ou as Quantidades Mínimas a serem Comercializadas para honrar os compromissos.

Em contra partida este conceito não é pode ser usado com fins fiscais, a contabilidade utiliza o Critério por Absorção.

Margem de Contribuição é quanto valor que um Produto, Mercadoria ou Serviço “Contribui” para o Resultado Operacional da Empresas, ou seja:

  • Margem de Contribuição = Preço de Venda – Gastos Variáveis (Despesas de Comercialização + Custos de Aquisição ou Produção)
  • Margem de Contribuição Ponderada = Total de Venda – Total de Gastos Variáveis (Despesas de Comercialização + Custos de Aquisição ou Produção)

    Fórmula:              MC = PV – (DV + CV)

Ponto de Equilíbrio

É importante entender os diversos Tipos de Gastos pois nos permite compreender o comportamento, melhorar as habilidades de gerenciamento e competências dos Gestores tomando decisões na direção do aumento da Performance Financeira e Econômica.

Qual a diferença entre os Tipos de Gastos e Por Que devem ser classificados ?

 

Perguntas que o Gestor deve responder:

  • Quanto que cada Produto ou Serviço vendido contribui para formar sua Margem de Contribuição Ponderada e quanto ela ajuda para pagar as Despesas Fixas ?
  • Quando será que um produto vai sair de linha ? ainda contribui ?
  • Quanto é o mínimo que devemos vender para pagar as contas ?
  • Quanto é a Margem de Lucro de um determinado produto ?
  • O Preço de Venda do produto dá Lucro ?

 

Por Que é importante classificar os Gastos:

  • Montar e analisar os Demonstrativos
  • Calcular o Ponto de Equilíbrio
  • Calcular a Margem Bruta, de Contribuição, Operacional e Líquida
  • Analisar Variações do Volume de Vendas e Preços
  • Calcular o Preço de VendaPermite realizar Avaliações e por que não dizer Indicadores de Desempenho

 

Entender, separar e analisar os Tipos de Gastos conforme sua natureza:

     Item                           Custo                     Despesa                  Perda                  

  1. Receita                   Não Diminui           Diminui                     Diminui
  2. Necessidade          É necessário          É necessário            Não é necessário
  3. Eventualidade       Não é eventual       Não é eventual         É eventual
  4. Produto                  Agrega valor           Não agrega valor      Não agrega valor

 

Quais são os Tipos de Gastos ?

Custos

São valores Gastos relacionados diretamente com a elaboração ou aquisição do Produto ou a realização de um Serviço:

  • Na Revenda – Comercio (compra de mercadorias para revenda)
  • Na Fabricação – Industria (Compra de insumos, materiais e mão de obra direta para produzir)
  • Na Prestação de Serviço – Serviços (Compra de material e mão de obra aplicada no serviço)

Despesas

São valores Gastos com a Comercialização (Variáveis) dos Produtos ou Serviços e todos os Gastos na Administração Geral da Empresa (Fixos):

  • Variáveis: acontecem e dependem diretamente do volume de Vendas, ou seja que, estão relacionadas e são proporcionais a Comercialização dos Produtos ou Serviços (Impostos, Comissões, Fretes de Venda, Administradora do Cartão de Crédito,,,)
  • Fixas: ocorrem repetidamente, estão relacionadas a Administração da Empresa e independem das Vendas, ou seja que, mesmo que nada seja vendido elas acontecem (Aluguel, Contador, Remuneração ,,,)

Investimentos:

São valores Gastos com aquisição de Bens que serão úteis para executar as atividades da Empresa (Imóvel, Máquinas, Equipamentos, Veículos, Sistemas…). Não são nem Fixos nem Variáveis e nem Custos ou Despesas.

 

Dica !

“Uma diferença básica entre os Custos e Despesas é que os Custos sempre incidem nos Produtos, Mercadorias ou Serviços enquanto que as Despesas incidem sobre a operação geral da Empresa”

É muito comum não conseguir correlacionar valores de Frete sobre um produto ou serviço específico ou Mão de Obra na Indústria pois a mesma realiza atividades em diversos produtos ou centros de custo tornando impossível diferenciar. Por outro lado a Mão de Obra é remunerada mensalmente independente da venda ou processo de fabricação. Nestes casos é aconselhável considerá-la Fixa e não Variável, já a Comissão de Venda é Variável pois é fácil identificar e co-relacionar.

 

Exemplos !

Exemplo a)

PV = 100              DV = 25                CV = 40                DF = 30                 MC = ?

MC = 100 – (25 + 40) = 35 ou 35% (35 / 100)

Este valor 35 deve ser suficiente para cobrir as Despesas Fixas e realizar o Lucro da Empresa

MC = 35 – 30  = 5 de Lucro

 

Exemplo b)

Aplicado o Sistema de Custeio Direto onde a soma de todas as Margens de Contribuição de cada Produto é utilizada para cobrir as Despesas Fixas e sobrar para o Lucro Líquido.

  • Produtos                                                Produto A               Produto B               Total           
  • Preço de Venda (PV) (+)                         200       67%            100       33%            300       100%
  • Despesa Variável (DV) (-)                       (20)      67%            (10)       33%            (30)       10%
  • Custo Variável (CV) (-)                           (100)     71%            (40)       29%          (140)       47%   
  • Margem de Contribuição (MC) =           80                           50                           130        43%
  • Margem de Contribuição (%)                40%                       50%                                       43%  
  • Despesa Fixa (DF) (-)                                                                                            (100)      33%   
  • Lucro Líquido                                                                                                        30        10%   

 

 

O objetivo dos artigos seguintes é apresentar repostas ! 

Espero que tenha sido útil ! na Parte 05 vamos continuar a falar dos 4 Demonstrativos Obrigatórios na Administração Financeira , continue lendo e pode curtir e enviar mensagens !

Obrigado !

email
About The Author

Alvaro Kovachy

Tenho 58 anos, 25 de casado e 39 de experiência profissional em Cargos Gerenciais e Direção, Funções Comerciais, Administrativas e Financeiras junto a empresas Nacionais e Multinacionais. Consultor, Assessor e Treinador Gerencial, prestando serviços para as micro, pequenas e médias empresas agregando valor e informação nos processos, produtos e pessoas afim de tornar seus Negócios Mais Lucrativos

Leave A Response

* Denotes Required Field